Carreira – A qualidade do olhar sobre si mesmo é que confirma e autoriza a realização de seus potenciais e caminhos.

Em um dos meus atendimentos de Coaching de Carreira, lidava com um cliente na busca pelos “talentos” seus  que pudessem ajuda-lo quanto a qual rumo profissional seguir.

Em uma determinada sessão, surgiu o tema – tristeza. Fiquei sabendo pelo cliente que, tal qual um personagem, uma “certa tristeza” sempre o acompanhava e que em seu percurso o cliente também “sempre” driblava essa emoção, esse personagem.

Lançando mão de recursos do Psicodrama, sugeri “personificar” essa tal tristeza”. Então estabelecemos diálogos, conversas “fictícias” com o mesmo. Isto fez com que viessem memórias que nos ajudaram perceber que este cliente, através do olhar dos familiares, não teve a oportunidade de ver coisas positivas sobre si. Esse olhar, pelo contrário, frequentemente foi registrando junto com o olhar do cliente sobre si mesmo, dificuldades e erros.

Percebemos que a dificuldade em se valorizar e identificar recursos positivos se dava face a um passado onde o olhar dos familiares em nada contribuía para uma auto-estima saudável, além de dificultar a percepção de recursos de valor positivo (talentos, ou mesmo um sinal destes).

Como tarefa frente a esse tema, o cliente foi convidado e desafiado a ousar um olhar compassivo sobre si e a investigar em sua história, situações em que experimentou realizações e capacidades e que pode ter vivências positivas sobre as mesmas. Tanto vistas pelo seu olhar como pelo dos seus. Ali mesmo conseguimos identificar algumas.

Momento de grande mobilização emocional e de grande revelação. Mas com muito ainda pra ver: através do seu olhar e dos outros também.

Nesse  momento me lembrei da música – “Seu Olhar” de Arnaldo Antunes e Paulo Tait, cantada lindamente pela cantora Ceumar em que diz: “o seu olhar melhora o meu”. O olhar dos outros faz parte da construção da nossa identidade e sempre nos acompanha na confirmação dessa mesma identidade, assim como na reconstrução dela.

Descobrir talentos implica oportunizar ao cliente descubrir primeiro em si mesmo o olhar que confirma e que autoriza a realização de seus potenciais.